Olá meus amigos!

É o primeiro artigo que eu escrevo, estou me esforçando para que possa contribuir de alguma forma com os senhores e que minha mensagem seja objetiva e com valor.

Hoje atuo como Executivo de Operações na EVT! Já trabalho por aqui há alguns bons anos, o que me faz ter uma boa estrada com muita história para contar.

Na EVT sempre tivemos um comprometimento enorme com os nossos clientes, com as coisas e respectivos orçamentos que nos foram delegados por conta de um projeto, serviço ou mesmo confiança! Quando falamos do atual LGPD, é fato é que no início da trajetória que comentei, tínhamos duas situações:

 1 – Alguns clientes não deixavam a gente acessar praticamente nada, estritamente o básico e algumas vezes nem o que era necessário para realizar um trabalho de desenvolvimento ou consultoria. Talvez por medo de ter seus dados e segredos vazados, que a concorrência pudesse descobrir algum segredo e tirar vantagem disso!

2 – Outros clientes mais descuidados onde nós terceiros e prestadores de serviços acessávamos praticamente toda informação, sem nenhuma regra e muitas vezes nem sequer com uma breve orientação! Fato é que naquela época podia tudo! Eu poderia por exemplo extrair todos os clientes da base de dados das empresas que eu prestava serviços e com pouca ou nenhuma consequência.

Ao longo do tempo evoluímos para os famosos NDA (Non Disclosure Agreement), que muitas vezes nos passavam a sensação de medo!  Algo como “se eu pisar na bola serei severamente punido!”. Na prática o NDA tinha a missão de proteger alguma coisa, não dizendo exatamente o que nem como. Eu suspeito que principalmente aqui no Brasil, o NDA era um mero instrumento para “inglês ver”, afinal, todos sabemos que a lei é muito permissiva e que extrair uma base de dados aqui e cruzar com outra ali sem que ninguém perceba nunca deu em nada.

Agora com a chegada do LGPD a conversa é outra! Além de um escopo muito abrangente e com um foco muito claro em proteger as informações sensíveis das pessoas e empresas, temos de fato uma situação onde não basta mais somente o compromisso de não fazer coisa errada! Inclusive já temos punições julgadas e agora o buraco está bem mais embaixo!  

O desafio geral e em especial para empresas de serviços que acessam sistemas e informações de clientes passa a ser bem grande não é uma questão que pode ser solucionada simplesmente com as revisões dos contratos atuais, adicionar cláusulas específicas para proteger as partes e reescrever o que já está descrito na lei LGPD! A solução deve ser mais abrangente, e vai desde a geração de uma cultura quanto a propriedade e sensibilidade dos dados, e até como devemos proceder em nosso dia a dia para que possamos respeitar as informações de terceiros e da mesma forma nos resguardarmos enquanto profissionais e empresas.

Na jornada da LGPD aqui na EVT iniciamos justamente com a revisão de todos as soluções oferecidas em nuvem assim como seus contratos a fim de adequar minutas, disclaimers e principalmente identificar os pontos sensíveis em cada uma das nossas soluções. Na prática isso foi o ponto de partida para termos exemplos claros do nosso dia a dia e de como abordar cada item descrito na LGPD!

Nossa principal aposta está na capacitação do time técnico e comercial a fim de desmistificar este bicho de sete cabeças, todavia sem transformá-lo em um bichinho de pelúcia com um potencial de quebrar uma empresa. Na prática, temos a missão de deixar muito claro para ao time que está diariamente lidando com todo o tipo de informações quais são as regras, o que pode, o que não pode, como identificar um dado sensível, como tratar a vida útil desta informação e principalmente como descartá-lo com segurança.

Estamos aplicando energia na educação e no ajuste da cultura que temos na EVT! Não basta mais ter somente o compromisso com as entregas. Precisamos reforçar nosso compromisso com os dados e informações dos nossos clientes e deixá-los saber desta mudança!

Nosso compromisso com grandes companhias e que atuam globalmente associado ao novo padrão do LGPD devem se propagar e solidificar em cada pensamento e ação dos colaboradores de forma a assegurar a privacidade de cada proprietário da informação e garantir a segurança jurídica na prestação dos serviços para a EVT e nossos clientes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *